PESQUISAR

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Da série: Meus filmes e livros

Rio – O Filme

Muito bom. Magnífico. Perfeito! Uma animação linda com a dose certa de humor e sátira com a realidade. Leve, infantil e adulto ao mesmo tempo, lindo como a cidade maravilhosa.
A história é de uma ararinha azul (o último macho de sua espécie) que viveu domesticado (doméstico não, da família!) por 15 anos em minnesota. De repente entra um divertido criador de aves dizendo que no Rio de Janeiro há uma ararinha azul fêmea, e então Blu e sua dona embarcam para lá. Coitados.

A Última Música (Filme E livro)
 Então, leitores amados. Aconteceu o Seguinte: eu li A Última Música e Querido John (descrito a seguir) em janeiro desse ano e escrevi no blog, só que eu estava esperando que eu fosse ler mais livros pra colocar no mesmo post. E aí o que veio depois? Nada, eu esqueci o post no rascunho até hoje. O que me fez lembrar dele? Eu acabei de ver o filme de A Última Música. Me desculpem, mas a vida continua, vamos tirar o atraso.
Sobre o livro, confesso que esperei mais, mas acho que de todo o jeito vale a pena. Não é tão meloso quanto pensei que fosse, então talvez mais pessoas gostem desse aspecto. O ponto alto para mim são os valores cristãos e de amor a familia.
Andei pesquisando e descobri que o livro foi escrito para o filme, e não ao contrário. Inclusive foi o próprio Nicholas Sparks que escreveu o roteiro do filme e só então de terminado que ele concluiu o livro. Visto isso, sou obrigada a dizer: Nicholas Sparks é ainda melhor escritor se comparado ao seu talento de roteirista.
Sobre o filme, é muito fofo, bonito e  bem semelhante ao filme (óbvio), mas tem um defeito que pode ser mortal: Pelo tempo acelerado do filme, as coisas acontecem rápido demais. O que também é óbvio: Como que fatos narrados em 500 páginas vão ser retratados em menos de 2h? Não dá. O que eu amei foi que a Miley Cyrus tá incrível, eu achei.
Sobre a história em si, trata de uma adolescente urbana que acha que tem problemas e depois vê a própria personalidade ser transformada pela familia e por Will, um jovem que aparentemente não tem nada a ver com ela.
Só para enfatizar: Filme nenhum substitui um livro, mesmo que o filme tenha sido feito primeiro.

Querido John (Livro)
 Li por indicação, e não me arrependo. Entrou para a categoria dos meus livros inesquecíveis. É super meloso, do jeito que eu gosto. Tem uma pitada de romance adolescente, mas há vários valores de amadurecimento e amor puro e verdadeiro. O modo como está escrito trás uma enorme proximidade com o leitor, me senti íntima do John - e logo comigo, que daria vida a todos os personagens, se pudesse -. É narrada por um jovem militar dos EUA, alistado antes, durante e depois do atentado de 11 de setembro, que se apaixona perdidamente. Também da autoria de Nicholas Sparks.

2 comentários:

- Analia ♥ disse...

Querido jhon é um dos melhores pra mim .. adorei sua reflexão sobre ele

:)

Rebeca Kim disse...

ooobrigada *-* seja bem-vinda!